Prosa Sonora
23 setembro
12 outubro
23 outubro
17 novembro

no
Teatro
SESI

20h
Entrada
Gratuita

No clima dos tradicionais bailes de forró, a Prosa Sonora 2017 começa no próximo sábado (23), às 20h, no Teatro Sesi com entrada gratuita. Na abertura, a série musical apresenta o coletivo de violeiros goianos do Encontro Violado; o pernambucano Maciel Salú com seu último disco “Baile de Rabeca” e o DJ e pesquisador da música regional brasileira Cacai Nunes, com o projeto Forró de Vitrola. Não é necessário retirar os ingressos antecipadamente e além dos shows dentro do teatro, haverá uma estrutura externa com bar, food trucks, telão e uma lona de circo que vai abrigar o DJ da noite.

Mestre do Maracatu Piaba de Ouro, de Olinda (PE), Maciel Salú é herdeiro de uma das famílias mais expressivas da cultura popular pernambucana e traz a Goiânia, pela primeira vez, seu projeto solo, iniciado em 2003. O último disco, “Baile de Rabeca”, foi lançado em 2016 e celebra ritmos como forró, samba, marchinha, coco e cúmbia, mas também dá espaço para celebração e devoção. O álbum foi produzido de forma independente, com a parceria dos fãs por meio de uma campanha de financiamento coletivo. Maciel Salú e sua companheira de vida e carreira, a Rabeca, prometem sacudir a poeira do Teatro Sesi no show marcado para as 21h.

Encontro Violado, que fará a abertura oficial às 20h, foi a atração mais votada pelo público entre quatro finalistas de um processo seletivo inédito feito este ano pela Prosa. Trata-se de um coletivo de violeiros vindos de outros grupos musicais como Cega Machado (Diego Lobo e Pedro Vaz), Sertão e Umbando (Olavo Telles), Chapéu di Paia (Billy), Erotori (Paula de Paula), Duo Goiás (Alexandre Nonato) e Cia Bambulengo (Rodrigo Gorgumã). A apresentação ocorre em formato de roda de viola, onde cada violeiro compartilha suas músicas, ora solo, ora em duplas, trios e com o grupo todo.

Kombi forrozeira

Depois dos dois shows dentro do teatro, o DJ, músico e pesquisador brasiliense Cacai Nunes fecha a noite com chave de ouro com seu projeto Forró de Vitrola, iniciado em 2006 e recém-chegado de turnê na Europa. Conhecido como “garimpeiro de sons”, Cacai apresenta seu set de dentro de uma Kombi 1973 devidamente customizada e equipada com toca-discos, sonorização e iluminação. No repertório, o forró pé de serra que começa nos anos 40 com Luiz Gonzaga e vai até os dias de hoje. Cacai se apresenta às 22h30 na estrutura externa montada no estacionamento do teatro com lona de circo, bar e food trucks.